findusnow.com

Ambiental

Indicadores de desempenho ambiental da Floresta e da Indústria

Quadro resumo – Inventário Carbon Footprint (tCO₂eq)

Mudar visualizacão:

Resíduos sólidos industriais enviados para aterros (kg/tsa)

Mudar visualizacão:

Resíduos sólidos industriais reaproveitados (%)

Mudar visualizacão:

Sequestro florestal (tCO₂eq)

Mudar visualizacão:

Sólidos suspensos (kg/tsa)

Mudar visualizacão:

Total de emissões sem a queima de biomassa (tCO₂eq)

Mudar visualizacão:

Variação da emissão de gases de efeito estufa provenientes da queima de biomassa (%)

Mudar visualizacão:

wdt_ID Ano Aracruz Jacareí Três Lagoas Total
1 2015/2013 3 -1 8 4
2 2016/2014 -17 -21 -3 -14
3 2016/2015 -18 -19 -9 -16
4 2017/2015 -35 -35 6 -24
5 2017/2016 -21 -19 16 -10
Variação do total de emissões sem a queima de biomassa (%)

Mudar visualizacão:

Variação do total de emissões sem a queima de biomassa

wdt_ID Ano Aracruz Jacareí Três Lagoas Total
1 2015/2013 0 -7 -25 -8
2 2016/2014 -28 -19 -31 -26
3 2016/2015 -14 -7 -12 -12
4 2017/2015 -4 -5 43 6
5 2017/2016 12 2 50 17
Volume de efluentes nas operações industriais (m³/tsa)

Mudar visualizacão:

Área de conservação restaurada (hectares) – consolidado

Mudar visualizacão:

Área de conservação restaurada por unidade (hectares)

Mudar visualizacão:

Área florestal certificada (Cerflor/PEFC) (hectares) ¹

Mudar visualizacão:

1. A área contemplada pelos processos de certificação florestal leva em consideração a base florestal total na data da realização da auditoria de cada Unidade e não inclui 50% da Veracel.
2. A área não certificada abrange novos arrendamentos e regularização da documentação fundiária para inclusão futura na certificação. Em 2017 a Unidade Aracruz passou pelo processo de recertificação, revalidado por mais 5 anos - outubro/17 a setembro/22.
3. A área não certificada abrange novas terras adquiridas e arrendadas para a formação de florestas que abastecerão de madeira a nova linha de produção em Três Lagoas. Sobre a área certificada, anualmente a Fibria vem incluindo novas áreas no escopo de certificação. Em 2017, foram incluídos 26.086 hectares e retirados 1.545 hectares (repassado para gestão de fundos de investimentos).

Área florestal certificada (FSC) (hectares) ¹

Mudar visualizacão:

1. A área contemplada pelos processos de certificação florestal leva em consideração a base florestal total na data da realização da auditoria de cada Unidade e não inclui 50% da Veracel.
2. A área não certificada abrange novos arrendamentos e regularização da documentação fundiária para inclusão futura na certificação.
3. A área não certificada abrange novas terras adquiridas e arrendadas para a formação de florestas que abastecerão de madeira a nova linha de produção em Três Lagoas.
4. A certificação inclui as Licenças FSC®: FSC-C100042, FSC-C100704,
FSC-C110130, FSC-C104120 e FSC-C102372.
Texto explicativo: Em Três Lagoas anualmente a Fibria vem incluindo novas áreas no escopo de certificação. Em 2017, foram incluídos 26.086 hectares e retirados 1.545 hectares (repassado para gestão de fundos de investimentos).
Em 2017 a Unidade Aracruz passou pelo processo de recertificação, revalidado por mais 5 anos - outubro/17 a setembro/22.

Área florestal total certificada (hectares) ¹

Mudar visualizacão:

1. A área contemplada pelos processos de certificação florestal leva em consideração a base florestal total na data da realização da auditoria de cada Unidade e não inclui 50% da Veracel.
2. A área não certificada abrange novos arrendamentos e regularização da documentação fundiária para inclusão futura na certificação. Em 2017 a Unidade Aracruz passou pelo processo de recertificação, revalidado por mais 5 anos - outubro/17 a setembro/22.
3. A área não certificada abrange novas terras adquiridas e arrendadas para a formação de florestas que abastecerão de madeira a nova linha de produção em Três Lagoas. Sobre a área certificada, anualmente a Fibria vem incluindo novas áreas no escopo de certificação. Em 2017, foram incluídos 26.086 hectares e retirados 1.545 hectares (repassado para gestão de fundos de investimentos).

Índice de Desempenho Ambiental (IDA) ¹ – detalhado (%)

Mudar visualizacão:

1. O Índice de Desempenho Ambiental (IDA) é uma ferramenta de gestão que avalia a qualidade do produto com base em três indicadores: controle de poluição, prevenção à poluição e gestão ambiental, cada um com peso específico na composição final do índice.

Índice de Desempenho Ambiental (IDA) ¹ – consolidado (%)

Mudar visualizacão:

1. O Índice de Desempenho Ambiental (IDA) é uma ferramenta de gestão que avalia a qualidade do produto com base em três indicadores: controle de poluição, prevenção à poluição e gestão ambiental, cada um com peso específico na composição final do índice.

Índice de Desempenho Ambiental Geral (IDA) ¹ – por unidade (%)

Mudar visualizacão:

1. O Índice de Desempenho Ambiental (IDA) é uma ferramenta de gestão que avalia a qualidade do produto com base em três indicadores: controle de poluição, prevenção à poluição e gestão ambiental, cada um com peso específico na composição final do índice.

Consumo específico de água nas operações industriais (m³/tsa)

Mudar visualizacão:

1. Dados não disponíveis em 2011 e 2012.

DBO¹ nos efluentes industriais (kg/tsa)

Mudar visualizacão:

1. Demanda Bioquímica de Oxigênio.

DQO¹ nos efluentes industriais (kg/tsa)

Mudar visualizacão:

1. Demanda Química de Oxigênio.

Emissão de gases de efeito estufa provenientes da queima de biomassa (tCO₂eq)

Mudar visualizacão:

Emissão total de gases de efeito estufa ¹ (Escopos 1, 2 e 3) (tCO₂e)

Mudar visualizacão:

1. A Fibria reporta as emissões diretas de suas operações industriais e florestais (Escopo 1 - fontes de emissão de propriedade da organização ou controladas por ela), da importação de energia (Escopo 2 - emissões geradas pela produção de energia elétrica consumida nas operações florestais e industriais da empresa) e de outras fontes atribuíveis à empresa, como o transporte em veículos não pertencentes à frota própria ou não controlados operacionalmente pela empresa (Escopo 3 - fontes de emissão que não são de propriedade da organização nem controladas por ela), utilizados para exportação de produtos e viagens de trabalhadores.
2. Alguns dados foram atualizados.

Emissões de logística (celulose) (tCO₂eq)

Mudar visualizacão:

Emissões específicas – consolidado (kg/tsa²)

Mudar visualizacão:

Emissões específicas (consolidado)

wdt_ID Ano / Unidade AOx Material particulado SO2 NOx TRS
1 2014 Aracruz 0,09 0,61 0,18 1,56 0,02
2 2014 Jacareí 0,05 0,58 0,34 0,60 0,02
3 2014 Três Lagoas 0,06 0,31 0,47 1,72 0,05
4 2015 Aracruz 0,08 0,40 0,21 1,37 0,02
5 2015 Jacareí 0,05 0,56 0,31 1,14 0,03
6 2015 Três Lagoas 0,07 0,23 0,06 1,60 0,04
7 2016 Aracruz 0,07 0,54 0,29 1,42 0,01
8 2016 Jacareí 0,03 0,47 0,25 1,13 0,02
9 2016 Três Lagoas 0,05 0,11 0,03 1,49 0,05
10 2017 Aracruz 0,07 0,54 0,16 1,02 0,01
Emissões florestais (operações + transportes) (tCO₂eq)

Mudar visualizacão:

Emissões industriais (tCO₂eq)

Mudar visualizacão:

Fósforo total nos efluentes industriais (kg/tsa)

Mudar visualizacão:

Indicadores ambientais – consolidado

Mudar visualizacão:

Indicadores ambientais (consolidado)

1. Emissões de uso de combustíveis fosseis nas fábricas (fontes estacionárias).
2. Emissões dos escopos 1, 2 e 3 (totais Fibria). A meta 2017 não está disponível porque o valor foi determinado ao longo do ano.

Nitrogênio total nos efluentes industriais (kg/tsa²)

Mudar visualizacão: